Operação de emergência bem sucedida no Rio de Janeiro


O desempenho do piloto responsável pelo comando do helicóptero modelo Esquilo B2 que caiu na tarde de ontem (22/01) na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na Praia do Grumari/Recreio dos Bandeirantes, reforça a importância da formação e do preparo técnico dos pilotos para garantir a segurança das operações com helicóptero em todo o País.

 
A alta tecnologia empregada num helicóptero – da mecânica à cabine dos passageiros – aliada com a capacitação do piloto para uma autorrotação perfeita demonstraram na prática a segurança do helicóptero como meio de transporte se alinhado às regras e normas de segurança e conduzido por um piloto capacitado e ciente das responsabilidades exigidas pela profissão.

 

Situações como a ocorrida na Praia do Grumari vem ao encontro dos trabalhos realizados pela Associação Brasileira dos Pilotos de Helicóptero (Abraphe) no sentido de ressaltar a necessidade do comprometimento e da atualização do piloto de helicóptero para garantir o domínio da aeronave e a segurança dos passageiros numa situação de risco, bem como para a tranquilidade do tráfego aéreo nacional.

 

Estamos atentos e atuantes no sentido de prestar toda a assistência e suporte aos pilotos de helicóptero do País.

 

Parabéns ao comandante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *