Helipontos em SP


A situação dos helipontos em São Paulo foi destaque na programação da quarta-feira (25/06) da Rádio Jovem Pan, Programa Rádio ao Vivo.

Em entrevista, o presidente da Abraphe, cmte. Jorge Faria, apresentou o argumento do setor contra a ação do Ministério Público prevendo a segurança de voo e a necessidade da consideração dos argumentos técnicos e de rotina das operações com helicóptero na cidade de São Paulo.

A Abraphe defende a regulamentação baseada em estudos técnicos individualizados com a aplicação de linhas para o estudo. O estudo dos impactos é necessário justamente para contribuir com a determinação de viabilidade operacional para cada heliponto, considerando também as especificidades da região em termos de ruídos primários, tráfego aéreo e estudo teorizado do número de operações locais, a exemplo dos hospitais, que requerem uma estrutura local para pousos e decolagens de helicóptero, por conta dos benefícios da aeronave no atendimento a urgências e emergências. Isso vale para qualquer instalação tida como restritiva na lei municipal aprovada em abril de 2013.

Importante lembrar que a Abraphe participou ativamente das discussões junto ao poder público e a sociedade civil organizada durante as Audiências Públicas e estudos que resultaram nas leis em vigor. Forneceu imparcialmente argumentos técnicos e operacionais voltados à segurança de voo e a tranquilidade da comunidade no entorno de locais com grande fluxo de aeronaves, propondo inclusive restrições, a exemplo do horário permitido de voo entre 6 e 23 horas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *